Sua agenda até que está cheia, mas você sente que está difícil fidelizar os pacientes que passam pelo consultório? O desafio, acredite, é bastante comum.

Na maior parte dos casos, o problema não está ligado à falta de qualificação profissional do médico, mas a pequenos detalhes que fazem toda a diferença para o paciente na hora de marcar uma segunda consulta. Entenda melhor!

3 dicas de ouro para fidelizar pacientes

1. Seja pontual

Pode parecer uma dica bastante óbvia de como fidelizar pacientes, mas é uma das menos seguidas por médicos de todas as especialidades. É importante ter em mente que para ir ao consultório, muitas vezes os pacientes fazem ajustes complexos em suas próprias agendas.

Logo, ter que esperar para ser atendido além do programado provoca um estresse desnecessário que se reflete na imagem que o paciente tem não só da clínica, como também do seu trabalho.

Por isso, não é incomum que mesmo antes de entrar no seu consultório o paciente esteja tão aborrecido com o atraso que a relação médico x paciente já comece prejudicada. Nesses casos, as chances de retenção caem bastante. 

Para evitar que isso aconteça, planeje sua agenda com bases realistas e procure mantê-la sempre em dia para aumentar as chances de retenção.

2. Foque no atendimento humanizado

Além de atender com pontualidade, se o objetivo é fidelizar pacientes, é importante focar no atendimento humanizado.

Exercer a escuta empática e levar em consideração que é bastante comum que os pacientes já cheguem ao consultório com o emocional fragilizado são fatores importantes para oferecer um atendimento que encanta, retém pacientes e traz um diferencial perante a concorrência.

Procure explicar tanto o diagnóstico como as etapas do tratamento com clareza, evitando termos técnicos demais ou difíceis de compreender. Além disso, certifique-se de que o paciente deixa o consultório com expectativas realistas a respeito dos próximos passos e, principalmente, sem nenhuma dúvida. Por fim, coloque à disposição um meio de contato para esclarecimentos posteriores.

Se você quer aumentar sua taxa de retenção de pacientes, precisa passar a mensagem de que realmente se importa com eles e que está disposto a ajudá-los da melhor maneira possível.

3. Invista na capacitação dos seus colaboradores

Outro fator importante que quem deseja fidelizar pacientes no consultório precisa ter em mente é que esse é um processo que não depende exclusivamente de você. Obviamente, aqueles que chegam até a clínica são atraídos pela sua expertise na especialidade.

No entanto, a experiência pré e pós-consulta contam bastante na decisão de voltar ou não ao consultório. Por isso, certifique-se de que seus colaboradores estão capacitados para oferecer aos pacientes uma experiência à altura daquela que você mesmo proporciona durante a consulta.

É importante que desde o primeiro contato as informações sejam passadas de maneira clara, rápida e segura, que o atendimento na recepção seja sempre cordial e empático e que qualquer dúvida posterior à consulta seja prontamente acolhida e respondida.

Perceber que é tratado com atenção e empatia em todas as etapas do processo costuma ser um fator determinante para os pacientes na hora de marcar uma segunda consulta.

 

Gostou de entender melhor como mudanças simples na rotina do consultório podem ajudar a fidelizar pacientes? Se você quiser receber mais dicas como essa no seu feed, curta agora mesmo a página da VYDENCE Medical no Facebook!

Pin It on Pinterest