Tratamento veias varicosas e varizes

Como tratar varizes

Veias varicosas

  • 50% 

    das brasileiras são afetadas

  • 37% 

    dos homens têm algum grau de insuficiência venosa

  • Fatores genéticos influenciam em

    90%

    o desenvolvimento da doença

Muitas pessoas em todo o mundo buscam o tratamento ideal para as veias varicosas por diversas razões, sobretudo por conta de aspectos estéticos. É difícil, no entanto, estabelecer uma relação clara entre a queixa do paciente e a veia varicosa em si. O refluxo venoso causado pela insuficiência das válvulas venosas que impedem o retorno do sangue pelo efeito influenciador da gravidade é um dos aspectos mais importantes do sistema vascular e também pode vir acompanhado da obstrução das veias mais profundas, bem como na incompetência das veias perfurantes. Se esta insuficiência venosa – superficial ou profunda – não for adequadamente tratada, pode tornar-se uma anomalia crônica, acarretando consequências clínicas bastante severas.

Recentemente, tratamentos menos invasivos e mais modernos, tais como o LASER endovenoso (ou, em inglês, ENDOVENOUS LASER TREATMENT, da sigla ELT), fazem frente às opções de cirurgia convencional e são uma opção segura e eficaz para os pacientes.

O tratamento com LASER endovenoso está rapidamente se tornando o padrão ouro no tratamento de varizes. O procedimento é realizado com a introdução da fibra na veia danificada via punção ou pequena incisão (corte) na perna. O feixe LASER é emitido pela fibra, que é puxada pela veia e oferece a quantidade certa de energia. O tecido alvo reage com a energia da luz, fazendo com que a veia seja fechada e o sangue automaticamente encaminhado para outras veias saudáveis, plenamente capazes de atuar na condução do volume desviado.

É um procedimento de alta tecnologia que evita grande parte da dor e dos hematomas – estes frequentemente associados ao método mais convencional de ligadura e retirada da veia safena. O procedimento não requer anestesia geral e não oferece downtime relativo, uma vez que os pacientes são encorajados a caminhar já logo após a recuperação anestésica e retomam suas atividades normais bem mais cedo em comparação à cirurgia convencional.

As lesões vasculares benignas são muito mais comuns do que se pensa e atingem homens e mulheres em idade adulta. Geralmente se apresenta como marcas de nascença ou simplesmente aparecem ao longo da vida, durante o processo natural de envelhecimento. São vários os tipos de lesões vasculares benignas, e a maioria delas pode ser facilmente tratada com o uso de tecnologias modernas como os diversos tipos de LASERs e aparelhos de IPL. Eles oferecem uma alternativa segura, eficaz e não invasiva para este tipo de procedimento. O uso da tecnologia de IPL é sempre o mais recomendado para o tratamento de regiões onde as lesões vasculares tendem a ser reduzidas e mais superficiais.

No caso das varizes, o principal fator de risco ainda é a genética: um estudo com 402 pessoas mostrou que o risco de ter varizes é de 90% quando ambos os pais são afetados pelo problema. Quando apenas um deles é afetado, o risco cai para 25% entre os homens e para 62% entre as mulheres¹.

Outro estudo mostra que mais de 50% das mulheres brasileiras sofrem deste problema, enquanto 37% dos homens têm algum grau de insuficiência venosa².

[1] http://www.ncbi.nlm.nih.gov/pubmed/?term=Cornu-Thenard+A%2C+Boivin+P%2C+Baud+JM%2C+et+al%3A+Importance+of+the+familial+factor+in+varicose+disease.+Clinical+study+of+134+families

[2]http://www.ncbi.nlm.nih.gov/pubmed/?term=Varicose+veins+and+chronic+venous+insufficiency+in+Brazil%3A+prevalence+among+1755+inhabitants+of+a+country+town

 

 

Atenção:

As informações contidas nesse site são destinadas a médicos e especialistas.
Consulte sempre um profissional qualificado para saber mais sobre os tratamentos indicados.

 

Produtos relacionados a esse tratamento