20 dez 2017

LASER ATHENA PARA DERMATOLOGISTAS: TUDO O QUE VOCÊ PRECISA SABER

O laser é o tratamento mais revolucionário da dermatologia e representa expressiva parte dos procedimentos dermatológicos feitos no Brasil. Isso acontece por sua capacidade de combater rugas e queda de cabelo, remover manchas, vasos, acnes, olheiras, pelos, tatuagens e gorduras.

Além dos tratamentos mais comuns voltados à face e corpo, o laser também está sendo amplamente utilizado para tratamento íntimo. Essa é uma nova demanda do mercado, que cresce cada dica mais, e que atende a mulheres de todas a idades que buscam melhorias físicas e estéticas na região íntima.

Para você ter uma breve ideia do potencial deste mercado, saiba que a busca por tratamento íntimo cresceu 75% nos últimos quatro anos e que o Brasil lidera o ranking entre os países que mais realizam o tratamento a laser.

Com o fortalecimento do laser, soluções importantes começaram a surgir no mercado, principalmente relacionadas ao tratamento íntimo por dermatologistas e ginecologistas. Esse novo mercado deu lugar a soluções completas para facilitar o tratamento dermatológico íntimo. O que, consequentemente, também facilita a rotina de trabalho dos dermatologistas que decidem atuar na área.

Entre as soluções disponíveis está o LASER ATHENA®, focado na melhoria da saúde íntima da mulher pós-menopausa. Uma tecnologia que pode facilitar muito a rotina de trabalho dos dermatologistas que decidem atuar na área.


LASER ATHENA PARA DERMATOLOGISTAS

O dermatologista pode aproveitar a tecnologia a laser para garantir a melhor experiência do paciente durante o tratamento. Mas se você está se perguntando sobre o motivo de um dermatologista desenvolver tratamentos íntimos, vamos esclarecer.

É importante lembrar, antes de tudo, que a área genital está protegida e envolvida por um tecido que está propício a sofrer efeitos da idade, menopausa, gravidez e outros agentes naturais, o que gera a demanda de atuação do dermatologista nestes casos específicos.

Além disso, estamos falando de uma demanda que também envolve o bem-estar e a autoestima feminina, podendo ser relacionada, inclusive, às questões estéticas.

Neste âmbito, o dermatologista pode atuar com foco no tratamento íntimo e aproveitar a tecnologia a laser para garantir a melhor experiência do paciente durante o processo.

No caso do LASER ATHENA, o dermatologista poderá atuar com precisão, segurança e eficácia no tratamento da atrofia vulvovaginal, do ressecamento vaginal e no combate à incontinência urinária. Tudo isso com o estímulo à produção do colágeno contido nas paredes vaginais.

A tecnologia ATHENA também garante que os procedimentos sejam rápidos, virtualmente indolor, sem efeitos colaterais e com resultados duradouros. Diferenciais que influenciam de forma positiva no trabalho dermatológico e podem elevar os níveis de credibilidade do profissional e da clínica onde o paciente é atendido.

Agora que você já sabe como o LASER ATHENA pode aperfeiçoar a rotina de tratamento por dermatologistas, que tal conhecer as funções técnicas deste laser e entender como aplicá-lo no atendimento aos pacientes?